With Borders

No Borders

11/09/2012

CHINA VOLTA A APRESENTAR COMÉRCIO EXTERIOR FRACO

A balança comercial chinesa voltou a apresentar números abaixo do esperado no mês passado, com as importações caindo surpreendentes 2,6% em relação ao mesmo período de 2011.
As exportações também decepcionaram, aumentando apenas 2,7%. A principal motivo é a crise na União Europeia, o maior parceiro comercial do país: as vendas para o bloco despencaram 12,7% na comparação entre os meses de agosto deste ano e de 2011.
A boa notícia para a China é que o superávit ampliou, chegando a US$ 26,7 bilhões.
A meta de crescimento do PIB para este ano é de 7,5%, bem mais baixo do que os 9,3% do ano passado e os 10,4% de 2010. Mesmo assim, analista afirmam que esse percentual ainda não está garantido.
Para estimular a economia, o governo aprovou um pacote de obras de infraestrutura orçado em R$ 320 bilhões. Além disso, cortou duas vezes a taxa de juros nos últimos meses.(FM)

Fonte: Jornal Floripa