With Borders

No Borders

20/09/2012

VOLUME EXPORTADO POR SERGIPE APRESENTA RECUO NO MÊS DE AGOSTO

As exportações sergipanas, no mês de agosto, totalizaram US$ 12,3 milhões, registrando aumento de 46,8% em relação ao mês anterior. Entretanto, em relação ao mês de agosto do ano passado, as exportações sofreram redução de 27,1%. As importações somaram US$ 12,8 milhões no mês analisado, sendo este volume 55,5% menor que o contabilizado em agosto de 2011, quando as importações somaram US$ 28,9 milhões.
Com as exportações menores que as importações, o saldo da balança comercial sergipana permaneceu deficitário, em agosto, com saldo negativo de US$ 589 mil. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (18) de acordo com a análise realizada pelo Centro Internacional de Negócios – CIN/SE da FIES, com base nos dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
De janeiro a agosto desse ano, as exportações e as importações alcançaram US$ 95 milhões e US$ 152,2 milhões, respectivamente. No comparativo com os oito primeiros meses de 2011, o total exportado apresentou crescimento de 33,9%, enquanto o montante importado apresentou queda de 31,4%. De janeiro a agosto de 2012, o saldo da balança comercial sergipana acumulou um déficit de US$ 57,1 milhões.
Em agosto desse ano, as exportações sergipanas foram, quase exclusivamente, de produtos industrializados. No acumulado do ano, todos os grupos de produtos exportaram, a saber: produtos básicos (US$ 474 mil), produtos semimanufaturados (US$ 7,4 milhões) e manufaturados (US$ 87,2 milhões). No lado das importações, as aquisições para cada grupo, nos primeiros oito meses do ano, foram de: básicos (US$ 24,1 milhões), semimanufaturados (US$ 3,6 milhões) e manufaturados (US$ 124,4 milhões).
De janeiro a agosto de 2012, entre os produtos exportados, o destaque foi para o suco de laranja, congelado, não fermentado, que representou 50,4% do total exportado, no período. Ainda nessa análise acumulada, as vendas desse produto apresentaram crescimento de 38,1%, em relação ao mesmo período do ano passado. Seguem entre os principais produtos vendidos: Outros sucos de laranjas, não fermentados; Outros calçados; e Outros açucares de cana. Juntos, estes quatro produtos representaram 78,9% dos itens sergipanos vendidos ao exterior, no período citado. No tocante à importação, destacaram-se, nos primeiros oito meses do ano, o diidrogeno-ortofosfato de amônio; outros trigos; o coque de petróleo e sulfato de amônio, que representaram 41,1% dos produtos comprados por Sergipe fora do país.
Por mercados de destino, destacaram-se as vendas para Países Baixos (Holanda), para a Suíça e para a Bélgica, que representaram, aproximadamente, 50% do total exportado por Sergipe, no acumulado desse ano. Referente aos fornecedores, de janeiro a agosto, os principais países que venderam para Sergipe foram os Estados Unidos, a Argentina e a China, que representaram, 48% do total importado pelo estado.

Fonte: Globo G1