With Borders

No Borders

26/09/2012

PATRUS RESGATA PIMENTEL, E DILMA FAZ PROPAGANDA DE R$ 3 BI EM BH

A duas semanas das eleições, o programa eleitoral de Patrus Ananias, candidato do PT em Belo Horizonte, resgatou o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e sua bem avaliada gestão como prefeito da cidade (2002-2008) --73% de ótimo/bom no último ano de governo, segundo o Datafolha.
A interação Patrus-Pimentel, apresentada em formato de bate-papo entre os dois, foi intercalada com um novo depoimento da presidente Dilma Rousseff, que enalteceu o trabalho dos governos petistas em BH e investimentos de R$ 3 bilhões que o governo federal promove na capital mineira.
O programa, que começou a ir ao ar na noite de segunda-feira (24), procura amenizar a imagem de realizador de obras do prefeito e candidato à reeleição, Marcio Lacerda (PSB), o que lhe garantiu 59% de ótimo/bom em pesquisa Datafolha de agosto.
Coube a Dilma dizer que o governo federal investe em BH "quase R$ 3 bilhões em obras do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] e da Copa". Patrus afirmou que as obras atuais só existem porque os projetos de mobilidade e de duplicação de avenidas foram elaborados na gestão Pimentel.
"Os governos do PT fizeram, estão fazendo e vão fazer muito mais por BH. Patrus e Pimentel ajudaram a criar essa cidade moderna que orgulha a todos nós. No momento, o governo federal está investindo quase R$ 3 bilhões [...]. Com seu espírito apaixonado e inovador, Patrus pode fazer muito mais", diz Dilma.
Ao resgatar Pimentel e sua gestão, a equipe do marqueteiro João Santana tenta incutir no eleitorado a ideia de que o PT sempre está por trás da boa avaliação de Lacerda.
O programa não menciona que o PT foi parceiro de Lacerda na prefeitura até junho passado, quando foi rompida a aliança política entre PT, PSB e PSDB na cidade. Isso não entra porque a maior parte do eleitorado, na avaliação da campanha petista, que diz basear-se em pesquisas qualitativas, não tem o menor interesse pelo assunto.
Essas mesmas pesquisas, porém, mostrariam o ministro Pimentel como importante referência para o eleitor belo-horizontino.
Agora com Pimentel e Dilma, Patrus tenta levar a disputa ao segundo turno. As pesquisas indicam vantagem de Lacerda variando entre 14 e 18 pontos, pontuação que lhe garantiria a reeleição ainda no primeiro turno.

Fonte: Jornal Floripa