With Borders

No Borders

10/10/2012

EXPORTAÇÕES BAIANAS CAEM 15,86% EM SETEMBRO

As exportações baianas recuaram 15,86% em setembro no comparativo com o mesmo período do ano passado. Segundo o Governo do estado, a recessão na Europa, o crescimento lento nos Estados Unidos e a desaceleração da economia chinesa, são as causas da  desaceleração. 
A queda também foi registrada nas importações, 26,9%, resultado da redução da atividade industrial. Até setembro, as exportações baianas chegam a US$ 8,11 bilhões, praticamente no mesmo volume registrado no mesmo período de 2011, quando alcançaram US$ 8,13 bilhões.
Ainda de acordo com o Governo, a desaceleração do comércio exterior está atingindo todo o mundo e não é um problema exclusivo da Bahia perda de vitalidade do comércio exterior não é um problema exclusivo da Bahia. A Organização Mundial do Comércio (OMC) cortou para 2,5% a previsão de crescimento do comércio global de bens neste ano, a metade dos 5% de 2011 e muito menos do que os 14% de 2010.
Os setores de exportação mais atingidos pela crise até setembro são o de móveis (-51,6%), metalúrgico (-45,5%), automotivo (-29,4%) e o de máquinas e aparelhos elétricos (-12,5%). Já as vendas dos produtos do agronegócio, cujos preços estão em alta, cresceram 5,5% no período, atingindo US$ 3,6 bilhões.

Fonte: Correio 24 horas