With Borders

No Borders

10/10/2012

MOSTRA SOBRE DESIGN MOBILIÁRIO TRAZ MAIS DE 200 OBRAS NA IV BIENAL BRASILEIRA DE DESIGN

A Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte, abriga até 23 de outubro a “Mostra 1 pessoa 10 cadeiras”, com entrada gratuita. Promovida pelo Sistema Fiemg, por meio do Senai Cedetem (Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Madeira e do Mobiliário Petrônio Machado Zica) e do Sindicato das Indústrias do Mobiliário e Artefatos de Madeira no Estado de Minas Gerais, a mostra é parte integrante das atividades da IV Bienal Brasileira de Design.
A exposição foi estruturada a partir de uma pesquisa sobre quantos assentos são utilizados por dia, em média, por um cidadão brasileiro, da hora em que sai de casa até a hora em que vai dormir. “A cadeira é um clássico do design e a mostra vai evidenciar a importância da relação do design com o mobiliário no cotidiano da sociedade”, explica o curador da mostra, Sérgio Lourenço.
A proposta é fomentar a discussão a respeito do design e do mobiliário, enfatizando a importância do setor no convívio social, aliado a aspectos históricos e culturais. “A temática evidenciará a pluralidade e diversidade brasileira, alinhada às propostas da IV Bienal de provocar o interesse pelo design e ampliar o conhecimento do público”, avalia Lourenço.
A "Mostra 1 Pessoa 10 Cadeiras" expõe a necessidade de se criar móveis que agreguem valores de uso a peças de design. Essa preocupação da indústria moveleira aborda aspectos que vão além da vertente estética do design. “O design está entre as estratégias de competitividade das empresas, gerando valor agregado e oportunidades de exportação”, diz Lourenço. A mostra também evidencia a busca por móveis de qualidade, mas com funcionalidade e praticidade, com produtos que não sejam apenas ornamentais, com estética agradável. “É dentro deste contexto que o Sistema Fiemg busca incentivar e estreitar relações entre indústria e design” reforça.
Segundo o presidente do Sindimov-MG, Carlos Alberto Homem, a mostram além de proporcionar ao público a oportunidade de conhecer um pouco da história do setor, vai expor uma coletânea de assentos do cotidiano e o que de melhor se produz atualmente. “O público poderá também desenhar e sonhar com a mobília do futuro na sala interativa”, diz. O Sindicato também vai lançar o Caderno do Mobiliário.
Durante a "Mostra 1 Pessoa 10 Cadeiras" serão realizadas mesas redondas debatendo sobre os temas cultura do mobiliário, ergonomia e design no mobiliário, mobiliário essencial, horizontes do design e do mobiliário, acompanhadas de mostras temáticas e workshops.

Fonte: MDIC