With Borders

No Borders

06/11/2012

MOSTRA PRINCIPAL DA BIENAL BRASILEIRA DE DESIGN RECEBE MAIS DE 39 MIL VISITANTES

Belo Horizonte - A IV Bienal Brasileira de Design, que ficou aberta do dia 19 de setembro a 31 de outubro, em Belo Horizonte, com mostras e atividades em vários pontos da capital mineira, teve na mostra principal Da Mão à Máquina, no Palácio das Artes, o resultado positivo de mais de 39 mil visitantes. A mostra principal reuniu a produção brasileira dos últimos dois anos a partir do artesanato, chegando à indústria. Nela estavam presentes diversos segmentos ligados ao mobiliário, aos utensílios para a casa, à moda, às joias, chegando a alguns meios de transporte e a impressão 3D. Com a temática “Diversidade Brasileira”, a IVBBD apresentou as principais referências e tendências nacionais e internacionais, em diversos espaços, inúmeras mostras, bem como seminários internacionais e debates. A IV Bienal Brasileira de Design se distanciou um pouco dos outros três eventos na medida em que o design, nestes últimos anos, se redirecionou e também ampliou seus focos de interesse. Inovações foram apresentadas, debates e pensamentos revisitados e ideias novas colocadas em pauta. O evento se mostrou um êxito e a resposta pôde ser vista com o enorme público visitante. A IV edição da Bienal é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), com apoio da Apex Brasil. A realização é do Governo de Minas Gerais por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sede), de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e de Cultura, e pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig). A coordenação técnica é do Centro Minas Design (CMD), vinculado à Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).

Fonte: MDIC