With Borders

No Borders

13/08/2013

PLANO NACIONAL DA CULTURA EXPORTADORA PROPÕE AÇÕES PARA 2014

Para apresentar aos integrantes do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) as ofertas de ações para 2014 e avaliar as atividades que estão sendo executadas em 2013, a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), que coordena o PNCE, realizou hoje a sétima reunião entre os representantes dos governos estaduais e das instituições parceiras.


 

Na abertura do encontro, o diretor do Departamento de Planejamento e Desenvolvimento do Comércio Exterior (Depla), Roberto Dantas, destacou a participação de todos na implementação das atividades que visam promover a difusão da cultura exportadora no país. "Todos os parceiros estão muito envolvidos. É isto que a sociedade espera de nós. Estamos fazendo este trabalho acontecer, sair do papel. Quero agradecer e pedir o empenho de vocês para incentivar a ampliação do comércio exterior brasileiro", disse Dantas.

 

Durante a reunião, a coordenadora-geral de Desenvolvimento de Programas de Apoio às Exportações do Depla, Cândida Cervieri, fez uma apresentação da matriz do PNCE com um levantamento das 590 ações planejadas para 2013, como cursos, capacitações, consultorias, oficinas sobre comércio exterior, participação em feiras e missões internacionais. Os representantes dos estados também receberam informações referentes às atividades previstas pelas instituições parceiras do PNCE para 2014. Serão oferecidas 89 ações que deverão ser selecionadas e replicadas nos estados. Estes irão encaminhar as demandas ao MDIC até o dia 13 de setembro. Após a resposta das instituições, o MDIC gerará o documento final com o planejamento de 2014.

 

Participaram do encontro representantes de 24 estados (AC, AL, AP, AM, BA, CE, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SE, SC e TO) e de 15  instituições parceiras - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Banco da Amazônia (Basa), Banco do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Caixa Econômica Federal, Confederação Nacional da Indústria (CNI), Sebrae, Senac, Empresa de Correios e Telégrafos (ETC), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Ministério das Relações Exteriores (MRE).

 

O PNCE integra o Plano Brasil Maior (PBM) e foi criado em 2012, quando 255 ações foram realizadas com o objetivo de diversificar as exportações brasileiras e ampliar a participação do país no comércio internacional. É um projeto desenvolvido por meio de ofertas de atividades ligadas à cultura exportadora nos estados mobilizando e capacitando gestores públicos, empresários de pequeno e médio portes e profissionais de comércio exterior.

 

O PNCE está estruturado por ações divididas em cinco eixos temáticos: cultura exportadora; inteligência comercial e competitiva; ambiente de negócios; diversificação e qualificação da pauta exportadora; e promoção comercial. As ações do PNCE são monitoradas em tempo real pelo Sistema de Informações Gerenciais (SIG), que permite o acompanhamento e a avaliação das atividades.

Fonte: Fonte: MDIC