With Borders

No Borders

21/08/2013

EXPORTAÇÕES CRESCERAM EM TRÊS REGIÕES DO PAÍS EM JULHO

As exportações da Região Centro-Oeste tiveram crescimento de 19,26% em julho de 2013 em relação ao mesmo mês do ano passado. As vendas regionais passaram de US$ 2,289 bilhões para US$ 2,730 bilhões, representando uma participação de 13,13% sobre o total mensal exportado pelo país (US$ 20,806 bilhões). O superávit do Centro-Oeste, em julho, foi de US$ 1,661 bilhão, o maior entre as regiões, e as compras externas foram de US$ 1,069 bilhão. O estado que mais exportou no Centro-Oeste foi Mato Grosso, com vendas mensais de US$ 1,530 bilhão, e Mato Grosso do Sul foi o que mais importou no período (US$ 468 milhões).


Em valores absolutos, a Região Sudeste foi a que mais vendeu ao setor externo (US$ 10,021 bilhões) e as exportações registraram retração de 10,90% em relação a julho de 2012 (US$ 11,247 bilhões). A participação da região sobre o total embarcado pelo país foi de 48,17%, sendo esta a porcentagem mensal verificada este ano. A importação foi também a maior entre as regiões brasileiras no mês e somou US$ 13,551 bilhões. Com isso, o saldo regional ficou negativo em US$ 3,529 bilhões. São Paulo foi o maior exportador da região e do país (US$ 4,932 bilhões) e o estado também foi responsável pelo maior volume de importações na região e no país em julho (US$ 9,534 bilhões).


A Região Sul vendeu US$ 4.419 bilhões, com crescimento de 10,21% sobre o comercializado em julho do ano passado (US$ 4,009 bilhões), e com participação de 21,24% nas exportações brasileiras. A região adquiriu US$ 4,584 bilhões no exterior, o que resultou no déficit mensal de US$ 165 milhões. O Rio Grande do Sul exportou o maior valor entre os estados da região no mês (US$ 1,875 bilhão) e também foi o maior importador regional em julho (US$ 1,641 bilhão).


Os embarques da Região Nordeste (US$ 1,784 bilhão), em julho, corresponderam a 8,58% do total exportado pelo país e tiveram aumento de 11,61% na comparação com o mesmo mês de 2012 (US$ 1,599 bilhão). O Nordeste importou US$ 1,986 bilhão do mercado externo e houve saldo negativo de US$ 201 milhões. A Bahia foi o estado nordestino que mais exportou em julho (US$ 1,355 bilhão) e o estado também foi o maior importador regional (US$ 660 milhões).


Na Região Norte, houve queda de 0,56% no comparativo das vendas ao mercado externo em julho deste ano (US$ 1,530 bilhão) com as do ano passado (US$ 1,538 bilhão). As exportações regionais representaram 7,35% do total mensal. Em relação às importações, as compras somaram US$ 1,500 bilhão, o que levou a um superávit no mês de US$ 30 milhões. O Pará foi o maior exportador regional (US$ 1,208 bilhão) e o Amazonas registrou o maior valor nas importações do Norte (US$ 1,347 bilhão) no mês.

Fonte: Fonte: MDIC