With Borders

No Borders

21/05/2014

ESTABELECIMENTO DE RELAÇÕES ESTRATÉGICAS ENCERRA FÓRUM BRASIL-FRANÇA

No encerramento do II Fórum Econômico Brasil-França, que terminou na tarde desta terça-feira (20) em Paris, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Mauro Borges, cobrou do ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, a possibilidade de efetivos investimentos de empresas brasileiras na França. Atualmente, 600 empresas francesas estão estabelecidas no Brasil, e aproximadamente cem brasileiras atuam em território francês. Hoje o déficit comercial do país com a França é de cerca de US$ 3 bilhões.


 

No encontro, Laurent Fabius destacou que os dois países têm uma relação estratégica que impulsionará o comércio bilateral e destacou o potencial brasileiro em setores em que se destacam empresas francesas, tais como infraestrutura urbana, energia renovável, transporte e segurança alimentar.

 

Na oportunidade, Mauro Borges também se reuniu com o presidente do grupo Casino e representante especial do ministério de Negócios Estrangeiros da França, Jean-Charles Naouri. Na agenda, troca de ofertas com a União Europeia e expansão do comércio bilateral.

 

Antes do encerramento do Fórum, Mauro Borges assinou com o ministro francês da Economia, Arnaud Montebourg, um acordo de cooperação no campo da inovação industrial.

 

"Há tradição de reciprocidade entre os dois países. Queremos receber investimentos brasileiros em todos os setores e em longo prazo, tanto na indústria como na economia francesa", destacou Montebourg lembrando que a cooperação tecnológica deve ser reforçada.

 

Para Mauro Borges, a parceria permitirá que o Brasil aprofunde as fortes relações com a França e que também haja um aumento nas relações comerciais e nos investimentos entre os dois países. O II Fórum Econômico Brasil-França reuniu empresários de ambos os países, incluindo 74 brasileiros.

Fonte: MDIC