With Borders

No Borders

19/03/2012

BRASIL TRIPLICA EXPORTAÇÕES PARA PORTUGAL

A balança comercial entre os dois países inverteu o resultado de janeiro. Em fevereiro o Brasil exportou mais do que importou. Brasília - O Brasil quase triplicou as suas exportações para Portugal no mês passado, somando vendas de US$ 200,9 milhões para o mercado luso em fevereiro, que comparam com os US$ 67,7 milhões faturados em janeiro, de acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
Em comparação com fevereiro do ano passado, as exportações brasileiras para Portugal também tiveram um crescimento expressivo, já que no período homólogo de 2011 as vendas foram de US$ 101, 4 milhões, pouco mais de metade das atingidas em fevereiro de 2012.
Apesar do crescimento, o valor acumulado de exportações para Portugal no primeiro bimestre do ano, de US$ 268,5 milhões, está ainda 16% abaixo do registro do ano passado, devido a um mau desempenho das vendas em janeiro.
O petróleo foi o principal item da pauta de exportações brasileiras para Portugal, com um peso de 37,4% (há um ano era de 23,9%). O açúcar, com participação de mais de 30%, foi o segundo produto mais vendido. A soja, com mais de 7%, ficou no terceiro lugar.
No sentido inverso, Portugal também teve um crescimento das suas exportações para o Brasil em termos homólogos, com as vendas a subirem de US$ 51,3 milhões em fevereiro de 2011 para US$ 73,8 milhões em fevereiro último. Porém, na comparação com janeiro, as exportações lusas para o mercado brasileiro sofreram uma queda de 29%.
O acumulado do ano, graças a um mês de janeiro especialmente forte para as exportações portuguesas, cifrou-se em US$ 178,2 milhões de vendas das empresas lusas para o Brasil, número que se situa 76% acima do alcançado no primeiro bimestre de 2011. Os principais produtos que o Brasil importou de Portugal nos primeiros dois meses deste ano foram gasolina (18,6%), azeite (cerca de 16%), bacalhau (quase 9%) e pêras (mais de 4%), revelam os números do MDIC.
Em janeiro e fevereiro a corrente de comércio luso-brasileira somou US$ 446,7 milhões (acima dos US$ 421,7 milhões no período homólogo de 2011), dos quais US$ 90,3 milhões foram superávit para o Brasil.

Fonte: Portugal Digital.