With Borders

No Borders

02/05/2012

MDIC ESPERA AUMENTO DE EXPORTAÇÕES EM 2012

O secretário executivo do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio  Exterior), Alessandro Teixeira, afirmou que a previsão de um crescimento de 3,1% para as exportações brasileiras em 2012 é realista e deve ser atingida. "As nossas previsões trabalham com a realidade do que pode ser atingido no Brasil", afirmou. No entanto, destacou que 2012 será um dos anos mais difíceis para a indústria brasileira e para o comércio exterior em função do cenário internacional conturbado.
O secretário disse que a tendência para o resto do ano é de desaceleração tanto das exportações quanto das importações. Ele, no entanto, destaca que Brasil e China têm a menor desaceleração do comércio exterior. "Nos outros países é muito mais rápido. A dinâmica do comércio é diferente para nós", afirmou Teixeira.
Ele disse que o desempenho das exportações ao longo de 2012 dependerá da capacidade de absorção dos produtos brasileiros por outros países. Teixeira acredita que se a economia dos Estados Unidos melhorarem poderá haver um aumento na venda de algumas commodities e de manufaturados para aquele mercado. O secretário disse que ainda é cedo para dizer se vai ter redução mais abrupta das exportações e das importações brasileiras. Segundo ele, esta avaliação deverá ser feita no final do primeiro semestre.
A secretária de Comércio Exterior do ministério, Tatiana Prazeres, disse que espera trabalhar, em maio, com a média diária das exportações na faixa de US$ 1 bilhão. Ela destacou que já houve uma melhoria das vendas externas nas últimas semanas de abril, com a média diária acima de US$ 1 bilhão.

Fonte: AE – Agência Estado.