With Borders

No Borders

01/06/2012

BALANÇA TEM SUPERÁVIT DE US$ 2,953 BILHÕES EM MAIO

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,953 bilhões em maio, resultado de exportações de US$ 23,215 bilhões e importações de US$ 20,262 bilhões. Os valores para as vendas externas e para as importações foram recordes para o mês de maio. Segundo os dados divulgados nesta sexta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as vendas externas não registraram crescimento em relação a maio de 2011, pelo critério de média diária, enquanto as importações subiram 2,9% no período.
O superávit acumulado de janeiro a maio soma US$ 6,271 bilhões. As exportações somaram US$ 97,861 bilhões, com alta de 1,5 % pela média diária, e as importações ficaram em US$ 91,590 bilhões, com crescimento de 4,4% no ano, pela média diária, em relação aos cinco primeiros meses de 2011.
Junto com o resultado do mês, o MDIC divulgou também os dados da quarta e quinta semanas de maio, porque não houve divulgação semanal na última segunda-feira. Na quarta semana, as exportações foram de US$ 4,573 bilhões e as importações, de US$ 4,732 bilhões, com déficit comercial de US$ 159 milhões.
Na quinta semana, com quatro dias úteis, as vendas externas atingiram US$ 3,819 bilhões e as importações, US$ 3,659 bilhões, resultando em um saldo positivo de US$ 160 milhões.


No ano


O superávit acumulado de janeiro a maio de 2012 ficou em US$ 6,271 bilhões, equivalente a uma queda de 26,5% em relação ao saldo comercial registrado no mesmo período de 2011, que foi de US$ 8,529 bilhões. As exportações no ano cresceram 3,4%, passando de US$ 94,614 bilhões de janeiro a maio de 2011 para US$ 97,861 bilhões nos cinco primeiros meses de 2012
As importações tem alta de 6,4%, atingindo US$ 91,590 bilhões em 2012, ante US$ 86,085 bilhões de janeiro a maio de 2011. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações e as importações registraram valores recordes para o período.

Fonte: AE- Agência Estado.