With Borders

No Borders

13/06/2012

SENADO VAI DEBATER COMÉRCIO BILATERAL ENTRE BRASIL E ARGENTINA

Nos últimos meses, o comércio bilateral entre Brasil  e Argentina vem enfrentando dificuldades mesmo sendo ambos os principais países do Mercado Comum do Sul, o Mercosul. O governo argentino criou barreiras comerciais a diversos produtos, o que vem prejudicando produtores brasileiros, principalmente na Região Sul. Esse cenário será o tema da audiência pública que a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) realiza na terça-feira (12), às 9h.
O protecionismo argentino vem travando o comércio com o Brasil, o que também já acarretou retaliações brasileiras a produtos daquele país. Mesmo assim, a Argentina continua sendo o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos.
Foram convidados para a audiência pública os presidentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique da Silva Santos; da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah; da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), Heitor Müller; e do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul, Cláudio Affonso Amoretti Bier.
Também devem participar o deputado federal Osmar Terra (PMDB-RS); o secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento do Estado do Rio Grande do Sul, Mauro Knijnik; e o presidente em exercício da Força Sindical, Miguel Torres.
A audiência pública foi requerida pelo presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS). A vice-presidente do colegiado é a senadora Ana Rita (PT-ES).

Fonte: Agência Senado.