With Borders

No Borders

18/06/2012

MANTEGA ANUNCIA QUE BRICS AMPLIARÁ CONTRIBUIÇÕES AO FMI

Brasília – O Brics – grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – vai fazer um aporte adicional de recursos ao Fundo Monetário Internacional (FMI), anunciou hoje (18) o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Em reunião preparatória para o encontro do G20, que começa amanhã (19) no México, Mantega declarou que os países do grupo concordaram em aumentar as contribuições para o fundo, sob uma série de condições.
Os países emergentes exigiram que os recursos adicionais só sejam usados para ajudar países em crise depois que o FMI tiver esgotado os fundos já disponíveis. Além disso, o aporte será feito apenas se as reformas que ampliam o poder do Brics no FMI forem concluídas. Anunciado em 2010, o acordo que altera as cotas dos países em desenvolvimento do fundo precisa ser ratificado pelos parlamentos de países europeus até outubro deste ano.
“Achamos que há um atraso dos europeus na concretização do acordo. Mesmo assim, estaremos fazendo aporte adicional na condição que sejam cumpridas as reformas de cotas o mais rápido possível”, declarou Mantega em vídeo divulgado pelo blog mantido pelo Palácio do Planalto.
De acordo com o Planalto, Mantega também anunciou que o Brics criará um mecanismo de cooperação financeira. Os países do grupo acertaram a formação de um fundo comum de reservas internacionais e manifestaram intenção de assinar um acordo de swap (troca de moedas) entre si. O encontro entre os líderes do Brasil, da Rússia, Índia, China e África do Sul ocorreu hoje em Los Cabos antes da reunião do G20.

Fonte: Agência Brasil.