With Borders

No Borders

09/07/2012

DELEGAÇÃO DA COREIA DO SUL CHEGA AO BRASIL PARA CONHECER ZONAS DE PROCESSAMENTO DE EXPORTAÇÃO

Brasília (9 de julho) – Teve início hoje a visita técnica da delegação sul coreana que fica no Brasil até 17 de julho para conhecer o modelo de Zonas de Processamento de Exportação (ZPE) que está sendo implementado no país. Pela manhã, os técnicos participaram de um seminário, no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em Brasília, onde conheceram detalhes da legislação brasileira de ZPE e do funcionamento do Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), composto por representantes de seis ministérios e presidido pelo MDIC. 
O secretário-executivo do CZPE, Gustavo Fontenele e Silva apresentou as informações e esclareceu dúvidas sobre a criação e implantação das ZPE no Brasil. Os técnicos também obtiveram dados sobre as ZPE que serão visitadas pelo grupo. “A troca de experiências é importante tendo em vista a experiência de sucesso dos modelos sul coreanos de promoção de exportações e atração de investimentos para as Zonas Econômicas Especiais” ressaltou o secretário-executivo.  
A delegação é formada por técnicos do Instituto Coreano para o Desenvolvimento  (Korea Development Institute – KDI), e do Instituto para Economia Industrial e Comércio (Korea Institute for Industrial Economics and Trade - KIET), além de representantes de três universidades da Coreia do Sul: Dongguk University; Hankuk University of Foreign Studies; e Dong-A University.


Cinco ZPE serão visitadas


Após o seminário realizado no MDIC, os técnicos sul coreanos conhecerão de perto cinco Zonas de Processamento de Exportação. O grupo vai visitar as ZPE de Senador Guiomard (AC), de Bataguassu (MS), de Paranaíba (PI), de Pecém (CE), e de Suape (PE).  No final da visita, será realizado, no Rio de Janeiro, um seminário para avaliar o trabalho, que permitirá uma análise comparativa entre os modelos coreanos de Zonas Econômicas Especiais (ZEE) e o modelo brasileiro de ZPE com o objetivo de promover investimentos nessas áreas, no Brasil.


Memorando de entendimento


A visita dos técnicos é resultado de um memorando de entendimento assinado em Seul, na Coreia do Sul, em 1º de junho deste ano, pelos ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, e da Estratégia e das Finanças da Coreia do Sul, Jaewan Bahk. A finalidade do documento é estreitar a cooperação bilateral nas zonas de livre-comércio.


De acordo com o memorando, a cooperação bilateral será feita por meio de atividades como: análise das ZPE do Brasil com o objetivo de avaliar a legislação, características, vantagens e limitações; análise comparativa entre os modelos coreanos de Zonas Econômicas Especiais (ZEE) e o modelo brasileiro de ZPE para promoção das exportações e investimentos em ZPE no Brasil; fomento das micro e pequenas empresas (MPEs) para instalação nas ZPE do Brasil; e formulação de plano de  negócios voltado para as empresas administradoras de ZPE, além de outras atividades como levantamento de informações, estudo piloto e relatórios. 

Fonte: MDIC.