With Borders

No Borders

23/07/2012

EXPORTAÇÕES IMPULSIONAM CRESCIMENTO DA MOVIMENTAÇÃO DE CONTÊINERES

Navegantes – No primeiro semestre de 2012, a Portonave S/A – Terminais Portuários de Navegantes registrou alta de 7,3% na movimentação total em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2012, o Terminal Portuário movimentou 280.498 TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés), frente aos 261.430 TEUs operados nos primeiros seis meses de 2011. A Portonave recebeu, do início do ano até junho, 307 escalas de navios.
O todo, 82.571 TEUs foram exportados por meio da Portonave, volume 12,9% superior do que o registrado nos primeiros seis meses de 2011. A movimentação de contêineres de carga frigorificada foi 26% maior em 2012, comparado com mesmo período de 2011. “O aumento se deve, pelas novas opções oferecidas aos clientes pelo Terminal Portuário, com a ampliação de serviços e a conquistas de novas linhas”, explica o diretor-superintendente operacional da Portonave, Renê Duarte.
No primeiro semestre a Portonave conquistou o serviço USA 1, composto pelos armadores MSC, CSAV e Hapag Lloyd. Além disso, três linhas que escalam em Navegantes foram reformuladas, como a ANS, formada pelas companhias marítimas NYK, Hyundai e Hanjin, e que teve a inserção da Evergreen. Por sua vez, o serviço USA2, da empresa MSC, teve a entrada do armador ZIM e passou a se chamar USA2/SAX.  Já o SAFRAN/NWC2/EURO BR cresceu com o joint dos armadores CMA CGM, MSC e CSAV.
Entre janeiro e junho, foram importados 67.111 TEUs, no Terminal Portuário, um recuo de cerca de 9% em relação a 2011. Para o diretor-superintendente administrativo, Osmari de Castilho Ribas, um dos motivos para a queda é a alta do dólar, que não é favorável ao mercado importador.
A diferença de 149.682 TEUs entre o volume total movimentado e ao valor de importação e exportação corresponde as demais operações realizadas em um terminal portuário como embarque e desembarque de contêineres vazios, transbordo e shift (dentro do próprio navio, para melhor reposicionamento de carga) e restow (desembarcados temporariamente antes de serem reembarcados no mesmo navio).
A Iceport – Terminal Frigorífico de Navegantes S/A, empresa controlada integral da Portonave, movimentou cerca de 106 mil toneladas de cargas frigorificadas no primeiro semestre de 2012 por meio de sua câmara frigorífica. A Iceport possui uma câmara vertical com capacidade estática para 16 mil posições pallets. Por estar localizada anexa ao Terminal Portuário e servir como local de armazenagem de cargas frias representa um importante diferencial para as operações.
O semestre marcou ainda o alcance do número de dois milhões de TEUs movimentados pela Portonave desde o início das operações, em outubro de 2007.


Armador MOL inicia serviço em Navegantes


Em julho, a Portonave recebeu o navio MOL Gateway, que marcou o início de um novo serviço oferecido em Navegnates, o CSW, e o início das relações comerciais entre a companhia marítima japonesa MOL e o Terminal Portuário. Além do Brasil, os principais países escalados pela linha são África do Sul, Cingapura, Coréia do Sul e China.
Com foco na Ásia, o serviço traz mais opções para importadores e exportadores. O continente é o principal comprador e vendedor de mercadorias ao Brasil, sendo a China o país de destaque. Neste ano, as trocas comerciais entre brasileiros e chineses resultou na movimentação de US$ 37.218 milhões (valor FOB).

Fonte: Assessoria de Imprensa Portonave.