With Borders

No Borders

05/09/2012

CAMEX QUER ZERAR IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO A PAÍSES POBRES

Além de aprovar a abertura de negociações de um acordo de livre comércio do Mercosul com o Canadá e a retomada das negociações entre Mercosul e União Europeia (UE), a Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou o envio de um projeto de lei que concede a 49 países mais pobres do mundo a abertura do mercado brasileiro com tarifa de Imposto de Importação zero e sem limitação de cotas. A informação é do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Segundo ele, desses 49 países o único nas Américas é o Haiti. O ministro explica que haverá uma exposição de motivo assinada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Itamaraty e Ministério da Fazenda sobre esse assunto.


Patriota disse que terão o benefício os países cujo comércio represente até 1% de determinado produto. Por isso, Bangladesh e Camboja não serão incluídos por causa do comércio de têxteis.


O ministro informou também que o processo ainda permitirá a abertura de salvaguarda em caso de uma inundação de produtos a preço baixo. Patriota destacou que as exportações desses países para o Brasil representam apenas 0,1% das importações brasileiras, excluindo petróleo e gás.


Em relação aos acordos entre Mercosul e UE e Mercosul e Canadá, Patriota informou que haverá consultas ao setor privado, e a primeira reunião com a UE deve ocorrer ainda neste semestre.
Fonte: Agência Estado

Fonte: Agência Estado